Apresentação     

 

                                              

Nasci no arquipélago dos Açores, no dia 20 de Setembro de 1962 e desde muito cedo fui um entusiasta pela Astrologia.

Mais tarde, frequentei o Centro de Astrologia e Numerologia – em Lisboa.

 

A minha formação pessoal tem sido uma constante na vida, porém, foram Maria Flávia de Monsaraz, Paulo Cardoso, Luís Resina e Stephen Arroyo os Astrólogos que mais marcaram a minha evolução.

 

                        Conceitos:

 

Espiritualidade - A consciência humana e do Universo.

Mistério - O fascínio da arte – a ciência verdadeira.

Compreensão - A percepção da consciência – a companheira do amor.

Inteligência  -  O dom que cria pensamentos, orientação e progresso.

Sabedoria - A aplicação do conhecimento e da experiência.

Instrução - A aprendizagem, a informação e o conhecimento.

Sonho - O mais elevado dos dons humanos que traz evolução.

Humor - O maior sinal da inteligência que traz  alegria.

Justiça - A retidão e a razão que elevam o Ser Humano.

Fraternidade - O sentimento; o prazer de partilhar a vida.

 

 

        Objectivos Pessoais:

          

           - Desenvolver o auto - conhecimento e estabelecer uma Consciência Universal, essencial para o crescimento individual.

 

          -  Viver e perpetuar um ideal de desenvolvimento pessoal, ajudando a reconstruir uma relação mais privilegiada com a “Natureza Cósmica”, contribuindo para a evolução da Humanidade.

 

          - A minha actividade mental está, essencialmente, dirigida para as questões humanas.

 

           - Nesta perspectiva, há necessidade de viver e desenvolver valores Universais que possam dar sentido à existência humana, contribuindo para a unificação dos valores e crenças num sistema aberto, pluralista e consciente.

 

           - O processo de transformação pessoal passa pelo desenvolvimento da sensibilidade e do serviço ao próximo.

 

           - Neste sentido, a minha evolução pessoal passa pelo desenvolvimento da individualidade e da independência, de modo a encontrar o ponto de equilíbrio entre as iniciativas pessoais e a receptividade aos outros.

 

Tenho desenvolvido Astrologia, praticamente de forma exclusiva, desde 2002,em São Miguel, Santa Maria, Terceira, Graciosa, Faial, Pico, São Jorge, Flores e Corvo.

 

Também, desde 2009, no Canada !

Ainda, a partir de 2012,  na Madeira!  

 

Aliás, nestes últimos anos, tenho desenvolvido Astrologia, em diversas instituições públicas e privadas,  junto de pessoas com diferentes níveis de instrução académica e concluiu haver apenas dois grupos de pessoas a opinar sobre Astrologia: - os que conhecem e os que não conhecem esta ciência filosófica!

 

Habitualmente, costumo dizer que o conhecimento das pessoas ajuda muito a compreensão da Astrologia; – enquanto o ceticismo e a indiferença, provenientes do desconhecimento, constituem o desafio fascinante de surpreender e alterar certas mentalidades.  

 

Embora, ainda, haja ta gente que considera a Astrologia uma crença ou superstição, o que posso dizer é que procurem conhecer esta ciência de forma personalizada e, certamente, logo muda de opinião.

Conhecer a obra e o poeta, filósofo e Astrólogo Fernando Pessoa  é, também, uma das melhores formas de entender as ciências ocultas.

 

 

 

           Todos os meses, elaboro o Mapa Astral de uma figura pública e faculto a respectiva publicação à revista “Açorianissíma”.

           

 

 

 - Criativa

 - Saber Açores

- Megazine A Praça

                                        

                   

             

 

                                   

 

 

 

 

         

         

No Canada, participei em vários telejornais da FP TV e fui convidado para o programa de televisão “Figuras e Talentos”.

 

      

 

  

                                   

                      

    

                                  

                                                                             CANADA

 

                       

 

    

 

                                                  Aquele abraço

                                                  Luís Moniz